quinta-feira, 13 de março de 2008

A Razão


A vida é um caminho de regras
Mas sem cobranças a efectuar
Pois os sentimentos não se compram
Existe a doce magia do conquistar.


Tudo acontece com um sentido
Muitas vezes sem explicar
Mas nada fica perdido
A amizade tem sempre lugar.


Que a magia seja eterna
Sempre com o sentido da razão
Porque a amizade é materna
Da felicidade, o sorriso e da paixão.


Que as gotas de agua existam nas rosas
Nunca dos teus olhos a brotar
Que nunca acabem as razões maravilhosas
Que nos façam sorrir a recordar.


Que o brilho de teus olhos nunca se apague
Jamais hajam razões para chorar
Pois já nada existe que apague
No meu coração o teu lugar.


Que minhas palavras sejam razão de sorriso
Meus actos razões para recordar
Pois não quero, não preciso
Alguém tão especial, por mim a chorar!


Feito para uma menina muito especial, uma Princesa Linda que merece este e muitos mais, chama-se Lidia Alface



Original de: Firmino César Gonçalves

1 comentário:

Fátima disse...

Não sou diabinha... anjo muito menos ;-)
Mas adorei as palavras lindas que tens por aqui.
Parabéns.