sexta-feira, 7 de maio de 2010

O frio da cabeça, o fogo do coração!


Amor vadio arde no peito
Brilha na luz do olhar
Tudo parece lindo e tão perfeito
Se é sonho não queiras acordar.

Na cabeça existe um simples caminho
Um livro escrito que tens para viver
Tudo parece tão simples e pequenino
E nada te diz que terás de sofrer.

Fecho os olhos e vejo o teu lindo sorriso
Na minha cabeça aparece a dúvida e escuridão
Na minha alma és tu o meu paraíso
Mas os medos sufocam o meu coração.

A minha cabeça só aceita o possível
São pedras nos sapatos que me amarram á terra
Faz tudo parecer tão vazio e previsível
Faz o amor parecer uma cruel guerra.

Nos meus lábios guardo a doçura dos teus
No meu peito ainda sinto o teu bater
O medo diz-me que teus beijos já não são meus
E que teu abraço forte para sempre vou perder.

Na cabeça a vida tem uma simples linha
No coração existe o fogo de um palpitar
Preso á terra digo que nunca serás minha
No meu sonho grito que sempre te vou amar.

No luar vejo a leveza da tua dança
As nuvens dizem que contigo não posso dançar
O meu peito por ti grita, chora e balança
Não importa se sofro se te puder abraçar.

Se tua cabeça é o gelo do inverno
Que tua alma seja o brilho do verão
Não importa se tenho dias de inferno
Pois o sol do amor vive no coração.

Não tenhas medo do amor na vida
Com ele muito podes ganhar e perder
Uma batalha nunca começa como perdida
O amor existe, e é para se viver!


Original de: Firmino César Gonçalves

Criado para o site Cultural http://sandracajado.com.br/

2 comentários:

Suzana Martins disse...

Cesinha querido, que bom que vc postou por aqui!!

Feliz demais por isso...

Então vamos a seleção de versos? rs...

"No luar vejo a leveza da tua dança
As nuvens dizem que contigo não posso dançar
O meu peito por ti grita, chora e balança
Não importa se sofro se te puder abraçar."

Beijoss e beijos querido!^^

Mariluce disse...

Se tua cabeça é o gelo do inverno
Que tua alma seja o brilho do verão


perfeitooo lindo